segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

RELATÓRIO COM RESUMO DE AÇÕES & UMA PALAVRA DE GRATIDÃO ...

O ano de 2017 vai saindo do palco, para dar lugar a 2018 que logo entrará em cena. Não foi um ano fácil para muitos de nós, contudo, continuamos lutando.  
"Nas planícies da hesitação branqueiam os ossos de milhões. Que ao esboçarem a vitória, sentaram para descansar, e descansando, morreram." (F. Lee) 
Se estamos vivos, se estamos de pé e com saúde, temos motivos para sermos gratos e para nos alegrar em Deus. (... graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Coríntios 15:57). Para nós, 2017 foi um ano atípico; foi um ano de lutas, sim, mas também  de realizações.
Queremos agradecer as igrejas ou pessoas, que são ofertantes em nossa vida e ministério, se hoje existe um templo erguido com cultos regulares, grupos de estudos nos sítios, crianças aprendendo, água limpa nos lares,  Etc... é porque houve quem nos apoiasse, investisse.  Nada aqui  é por mérito nosso, na verdade não temos mérito algum; é Deus usando seus filhos para expressar o amor d´Ele por esta terra, uma terra seca e arenosa, mas com potencial para se tornar um Oásis.

             AVANÇOS & BUSCA PELA SUSTENTABILIDADE 
  • Inauguramos o consultório odontológico, que tem funcionado atendendo todos que dele precisam, no último relatório de atendimento, consta 98 procedimentos realizados. (Restaurações, cirurgias, extrações e até tratamento de canal);
  • A ONG Pão é Vida beneficiou 8 crianças com (consulta, lentes e armações) com projeto Nova vida e Visão, em parceria com Diniz Social, crianças com graves problemas oculares;
  • Recebemos 7 equipes no Sertão do Moxotó, no decorrer do ano, profissionais e voluntários que doaram suas férias ou dias de folga, pagando passagens caras ou percorrendo estradas horríveis, para vir se doar sem interesse por aplausos ou reconhecimento.
  • Implantamos o Cantinho da Leitura (A primeira biblioteca da Zona rural de inajá, divisa com município de Manari);
  • Na comunidade, já se planta melancia irrigada, confecciona vassouras e chapéus, fruto do incentivo aos moradores da comunidade;
  • Mantivemos o acesso gratuito a água, uma dádiva oriunda dos 6 poços perfurados e mantidos pela ONG Pão é Vida e parceiros. (Funcionam com energia elétrica, contas mensais são sempre altas, cada uma custa entre setecentos e mil reais e duzentos reais);
  • Trabalhamos as principais datas comemorativas (sempre promovendo algum evento e entregando lembrancinhas para todos os participantes.
  • Fomos presentes na vida da comunidade, onde já se planta melancia irrigada, confecciona vassouras e chapéus, fruto do incentivo aos moradores da comunidade;
  • Realizamos reforço escolar e atividades lúdicas,  com crianças de comunidades rurais, em todas as semanas do ano de 2017;
  • No mês de dezembro, promovemos uma grande ceia comunitária no Sertão, (Natal com Mesa farta 2017), onde foram entregues 421 cestas de alimentos, servidas gratuitamente 768 refeições (para adultos e crianças e voluntários);
  • Doamos centenas de diferentes mudas de árvores frutíferas e nativas, para os sertanejos plantarem em suas terras;
  • Realizamos 3 capacitações, sendo 1 delas, voltada para a segurança alimentar, envolvendo o preparo pratos com receitas à base de Moringa Oleífera;
  • Foi realizada uma ação comunitária com 2 pediatras e um clínico geral, que atenderam gratuitamente nas Baixas;
  • Fechamos o ano participando do jogo do bem, na arena de Pernambuco, que reuniu estrelas do futebol, e a renda foi destinada para projetos sociais. Onde uma parceria com a ONG Novo Jeito, propiciará uma intervenção em Manari em 2018;
  • Após o jogo, no dia seguinte, estivemos numa reunião com pessoal da ONG Novo jeito e Love - fútbol a reunião acontece  na manhã de sexta, dia 22 de dezembro no Porto Social, em Recife, foi o último compromisso oficial na agenda da ONG Pão é Vida em 2017.

              INICIATIVAS PESSOAIS & CONSTRUÇÃO DO NOSSO LAR.
  • Concluímos a edificação do nosso lar aqui no Sertão do Moxotó, o projeto foi um presente da Cíntia da I.B.F (arquiteta) e do irmão Cesar (engenheiro) de Canoas em Julho do ano passado. Há 12 anos estamos em missão, parte deles morando um ônibus, depois em ponto de apoio e na casa da PIB de Santa Cruz. Quando vendemos nosso lar em Pelotas, parte dele foi gasto com necessidades do ministério, então voltar a ter um lugar para chamar de lar é motivo de alegria.  Faz um tempo que estávamos planejando escrever, falar sobre os projetos e andamento da obra. Economizamos de um lado e de outro, graças a ajuda de uma empresária amiga, o pessoal da Rota do Mar, e o dono de uma construtora, que é membro da igreja da Capunga, no Recife, colocamos todas as aberturas! Falta pouco agora... alguns detalhes internos. Temos trabalhado muito, em todas as áreas... contudo, chegou o momento! Costumamos brincar, dizendo que aqui, quando se descansa, carrega pedras, literalmente, carregamos muita pedra para a construção.
  • Uma alternativa que nos ajudou na compra de tintas, pias, fechaduras e tal... foi a venda de confecções que temos feito, junto com artesanato na feira de Inajá e Manari.                                                                           
  • Iniciamos a criação de porcos, a partir da doação de 8 matrizes, cujo proprietário doou para Ronaldo tentar salvar, pois tinha 40 cabeças, morreram quase todas por causa da seca. (Ele é dono de mercado, não tinha como se dedicar a eles, achava que era caso perdido);
  • Conseguimos um ponto na feira para expor o artesanato que faço, inicialmente levamos somente o artesanato, até percebemos a carência de roupas e não enfeites.  Compramos saldos na feira de Santa Cruz, vimos que dava para vender com preço acessível. É preciso acordar de madrugada, aguentar os mais de 40ºC no meio do dia, contudo é gratificante ver as pessoas chegarem e dizer consegui vestir minha família por menos de R$ 50,00. Vendemos peças de R$ 2,50 a 10,00 reais. (Com crise que assola nosso país, foi uma alternativa para ajudar custear alguns gastos, se sermos pesados a ninguém.  Um esforço do coletivo foi feito para que a obra do Senhor avançasse aqui no Sertão do Moxotó.  
  • Agradecemos a I.B.F. Canoas que tem sido um dos braços amigos, nos apoiando financeiramente,  lembramos também da Batista vida e fé, Jardim das Palmas, Igreja do Ferreira,  Ebenézer, IPTA - London -

Agradecemos a todos que tonaram possível avanços, acima citados, orando, contribuindo, mobilizando ou estando presente nas ações, recebam nossa gratidão, e votos de Boas festas e um feliz 2018.
No amor do Senhor Jesus -  Missionários Ronaldo e Joana D´arc Henzel.
Contato  somente via whats app (81) 997520140 ou email: joanahenzel@gmail.com
AS FOTOS ABAIXO  ILUSTRAM ALGUNS RELATOS
 O ANTES & DEPOIS - Quando a vida vence a morte, quando os porquinhos chegaram estavam morrendo...
Em  meados do ano passado, em um jantar no Rio Grande do Sul, com  irmãos da I.B.F.C, ganhamos o projeto, aprouve a Deus que após  1 ano de 5 meses, nosso lar seja realidade.

Estamos em missão, se quiser fazer parte pode orar, se voluntariar para ações, ou contribuir financeiramente: caixa econômica Federal - Ag: 1038 – Conta poupança: 00009210-1 - operação 013 - em nome de Joana D´arc de Medeiros Henzel - CPF. 028.159274-89.

                                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SUA MENSAGEM AQUI